Sabe a história da Fênix, que ressurge das cinzas? Pois é. Poderia ser a história do Bold. Recebemos essa história linda da Cristiane e não tivemos como não nos emocionar! Leia!

Bold foi encontrado em janeiro de 2017 pela irmã da Cris, a Carol. Ele tinha apenas horas de nascimento e tinha a perna dilacerada. Encontrava-se sobre o corpo da mãe morta. Não se sabe o que aconteceu. Eram animais de rua. Carol não pensou duas vezes e socorreu o filhote recém nascido e machucado, ou morreria ali em poucas horas.

Em uma clínica veterinária, o médico vendo o caso reconheceu que as chances do filhote sobreviver eram muito poucas: recém-nascido, desnutrido, com uma gravíssima lesão, perda de sangue, infecção… Contudo o médico e Carol não quiseram saber das poucas chances: tinham que fazer alguma coisa. E fizeram!

Logo Bold entrou para cirurgia de amputação da pata dilacerada e já infeccionada. Era a única chance de sobreviver! Era uma cirurgia de alto risco pelo estado delicado de saúde de um recém nascido encontrado naquela situação. Mas, acredite, deu tudo certo na cirurgia!

Bold recém operado.

Bold recém operado.

Contudo, horas depois Bold ficou com insuficiência respiratória. Ficou internado no oxigênio por dias entre a vida e a morte. A qualquer momento esperava-se a ligação da clínica dizendo que infelizmente o filhotinho não sobreviveu. Era o esperado. As chances estavam completamente contra ele! Mas Bold não quis saber de chances! Após um mês internado, Bold teve alta. E finalmente mostrou a disposição que tinha para viver.

Tão pequenininho! Nem aprendeu a viver, teve que aprender a sobreviver.

Tão pequenininho! Nem aprendeu a viver, teve que aprender a sobreviver.

Bold foi para casa e parecia que nunca tivera passado pelo que passou! Era muita vontade de viver, disposição, garra! Sua adaptação à pata amputada foi espetacular. A casa foi adaptada para que ele não sofresse nenhum acidente mas hoje ele é um cachorro super normal: corre, pula, brinca com os outros cachorros da casa, passeia… A única coisa de diferente que ele faz é tomar um suplemento para fortalecer a coluna e não ter complicações futuras.

Ops! Acho que o filhote cresceu!

Ops! Acho que o filhote cresceu!

Pode faltar uma perna. Mas não falta felicidade!

Pode faltar uma perna. Mas não falta felicidade!

 

“O Bolt transformou as nossas vidas, trouxe mais alegria para todos de casa, nos trouxe uma nova visão para os cuidados com os pets especiais, e que não é porque lhe falta um membro que você tem que se desfazer, e sim cuidar e amar!!!” – diz Cris.

Acompanhe Bolt no Instagram!