Relato de Milena Oliveira sobre Branquinho, gatinho vítima de maus tratos, paralítico, que voltou a andar!
ERA UMA TARDE DE DOMINGO, TUDO PARECIA TRANQUILO… OUVI MEU PAI CHAMAR PELO MEU NOME, ELE ESTAVA NA PORTA DE CASA E PEDIU QUE EU FOSSE VER ALGO QUE O VIZINHO ENCONTROU NA RUA, AO SAIR VI PELA PRIMEIRA VEZ MEU ANJINHO, FOI INEVITÁVEL AS LÁGRIMAS CAÍREM DE MEUS OLHOS, ELE ESTAVA ALI TÃO INOCENTE…SEUS OLHOS PEDIAM SOCORRO E SEUS MIADOS CORTAVAM A MINHA ALMA…PARALISADO POR UMA AGRESSÃO HUMANA.
O dia em que o resgatei.

O dia em que o resgatei.

DECIDI QUE AJUDARIA ELE, SEM CONDIÇÕES FINANCEIRAS SUFICIENTES PARA ARCAR COM UM ATENDIMENTO VETERINÁRIO RESOLVI GRAVAR UM VIDEO E POSTEI NO FACEBOOK EM UM GRUPO DE AJUDA AOS ANIMAIS. A RESPOSTA FOI IMEDIATA, VÁRIAS PESSOAS SE SENSIBILIZARAM COM A SITUAÇÃO QUE ELE ESTAVA.  NO DIA SEGUINTE ELE FOI LEVADO AO VET E LÁ FOI CONSTATADO A LESÃO NA COLUNA, ELE JAMAIS ANDARIA NOVAMENTE…

NA OCASIÃO EU JÁ TINHA UM GATO E UM CACHORRO, MEU ESPOSO NÃO ACEITAVA OUTRO ANIMAL EM CASA, POIS EU E ELETRABALHAVA O DIA TODO FORA… EU FIQUEI SEM SABER O QUE FAZER. COMO CUIDARIA DELE? COMO DEIXARIA A CASA LIMPA SEM TER SEQUER UMA ARÉA COM ESPAÇO PARA ELE?COMO PODERIA DEIXAR UM ANIMAL DEPENDENTE SOZINHO?

ASSIM O VIZINHO DO MEU PAI SE RESPONSABILIZOU A FICAR COM ELE DURANTE A SEMANA SEGUINTE ATÉ QUE APARECESSE ALGUÉM PARA ADOTÁ-LO, QUATRO DIAS APÓS FUI VISITÁ-LO, A CASA DE MEU PAI FICA EM OUTRO BAIRRO NÃO DAVA PARA IR TODOS OS DIAS, QUANDO EU O VI PERCEBI ALGO MUITO ESTRANHO, SUA BARRIGA ESTAVA IMENSA, DEI-LHE UM BANHO MORNO E NOVAMENTE FUI PEDIR SOCORRO AS PESSOAS DO FACE, POIS NÃO SABIA O PORQUE DA BARRIGA ESTAR TÃO GRANDE. LOGO SOUBE QUE A SITUAÇÃO ERA SÉRIA E NOVAMENTE ELE VOLTOU A SER ATENDIDO POR OUTRO VET, O QUAL EXIGIU ALGUNS RAIOS-X, AO ANALISAR OS RESULTADOS CONFIRMOU QUE ELE ESTAVA PARALISADO E QUE NÃO CONSEGUIA FAZER CONTRAÇÕES PARA DEFECAR E URINAR. FOI FEITA UMA SONDA PARA TIRAR O EXCESSO DE URINA E PRECISARIA SER FEITA COM URGÊNCIA UMA CIRURGIA PARA RETIRAR FEZES E PARA DIMINUIR O CANAL DA BEXIGA.

Esperando a sonda

Esperando a sonda

OS VALORES DAS CIRURGIAS ERAM ALTOS, ALÉM DA INTERNAÇÃO E MEDICAMENTOS. UMA PROTETORA DOS ANIMAIS FOI QUEM DEU A BELLISSÍMA IDÉIA DE FAZERMOS UMA RIFA, A RIFA TEVE TRÊS PREMIOS E O MAIS COBIÇADO ERA O QUADRO PINTADO POR MEU ESPOSO DO PRÓPRIO ANJINHO.

Arrecadando dinheiro para a cirurgia e tratamento

Arrecadando dinheiro para a cirurgia e tratamento

LOGO CONSEGUIMOS ARRECADAR TODO O VALOR E A CIRURGIA FOI MARCADA, O VET INFORMOU QUE HAVIA APENAS 10% DE CHANCES DE SOBREVIVÊNCIA…OUTRO VET PASSOU PELA SALA, VIU O CASO E EXCLAMOU:

– ELE NÃO VAI VIVER!

EM CASA ESPERAVA POR NOTICIAS DA CIRURGIA… A AFLIÇÃO ERA GRANDE DEMAIS, LIGUEI VÁRIAS VEZES PARA CLÍNICA PARA SABER SE ELE AINDA ESTAVA VIVO. PELA MANHÃ RECEBI A LIGAÇÃO QUE ELE ESTAVA BEM E TERIA ALTA. SENTI TANTA ALEGRIA…MEU ESPOSO FOI BUSCÁ-LOE O TROUXE PARA MINHA CASA FINALMENTE!

O dia que teve alta e voltou para a casa.

O dia que teve alta e voltou para a casa.

CHEIO DE PONTOS NA BARRIGUINHA, DAVA PENA DE OLHAR…OS OSSOS DA COLUNA ESTRALAVAM A TODO O MOMENTO E ERA VISÍVEL A LESÃO, O VET INFORMOU QUE FOI A MAIOR FECALONA JÁ VISTA NA CARREIRA DELE, E QUE NÃO CONSEGUIU TIRAR TUDO, AINDA HAVIA FEZES NO INTESTINO DELE E CASO NÃO SAISSE ELE IRIA MORRER…FIQUEI TÃO DESESPERADA EU JÁ O AMAVA DEMAIS PARA DEIXÁ-LO MORRER, E NUM ATO IMPENSADO FIZ ELE BEBER UMA DOSE DE LAXANTE INFANTIL, FIQUEI AFLITA, POIS O MÉDICO NÃO HAVIA MEDICADO… EU FARIA TUDO PARA SALVAR MEU ANJINHO.  POR VOLTA DAS DUAS HORAS DA MANHÃ SENTI UM FORTE ODOR NO MEU QUARTO AO ACORDAR TIVE UMA SURPRESA ELE HAVIA COLOCADO PARA FORA UMA GRANDE QUANTIDADE DE COCO, MINHA CASA TINHA COCO PARA TODO LADO….MUITO MESMO. E FINALMENTE SAIU UM ENORME PEDAÇO QUE MAIS PARECIA UMA PEDRA…FOI UMA MISTURA DE SENTIMENTO, FELIZ POR ELE TER CONSEGUIDO TIRAR AQUILO DELE E APRENSSIVA, POIS SABIA QUE MEU ESPOSO IA SE INCOMODAR CASO ACONTECESSE SEMPRE.  EM MEU CORAÇÃO ELE JÁ ERA MEU… MAS EU DIZIA PARA ELE QUE IRIA DOÁ-LO ASSIM QUE ENCONTRASSE ALGUÉM. E EU ENCONTREI, UMA PROTETORA NO RIO DE JANEIRO QUERIA ADOTÁ-LO, MAS É CLARO QUE NÃO CONSEGUIRIA ME AFASTAR NUNCA MAIS DE UM ANJINHO TÃO CARINHOSO E DE OLHAR TÃO PROFUNDO.

"Fiz tanto cocô que mamãe teve que limpar meu bumbum duas vezes!"

“Fiz tanto cocô que mamãe teve que limpar meu bumbum duas vezes!”

COM O PASSAR DOS DIAS FUI ME ADAPTANDO A NOVA ROTINA, POIS TINHA QUE TROCAR AS FRALDINHAS DELE, LIMPAR OS PONTOS PARA NÃO INFECCIONAR, E MEU ESPOSO TAMBÉM PASSOU A ME AJUDAR…DESCOBRIMOS QUE ELE SE ARRASTAVA ATÉ A AREIA DA MINHA OUTRA GATINHA QUANDO QUERIA FAZER COCO, ASSIM JÁ SABIAMOS QUANDO DEVERIA SEGURÁ-LO EM CIMA DA AREIA E RETIRAR A FRALDINHA.

Branquinho e tutores se adaptando

Branquinho e tutores se adaptando

NÃO FOI FÁCIL, MAS O AMOR QUE TINHA POR AQUELE ANJO DE DEUS ERA MAIOR DO QUE TODAS AS BARREIRAS…PASSEI A PENSAR SE EU PODERIA PROPORCIONAR A MEU PRÍNCIPE UMA VIDA DIGNA, DEPOIS DE TANTO SOFRIMENTO NÃO ERA JUSTO QUE PASSASSE RESTRIÇÕES POR MINHA CAUSA, ALGUMAS PESSOAS INDICARAM FISIOTERAPIA E ACUPUTURA PARA ELE, COMO EU PODERIA FAZER ISSO POR ELE GANHANDO UM SALÁRIO MÍNIMO POR MÊS. LEMBREI-ME DA PROTETORA DO RIO, VI QUE ELA TINHA BOAS CONDIÇÕES FINANCEIRAS E IMAGINEI SE NÃO SERIA MELHOR DEIXÁ-LO SER BEM TRATADO, COMETEI COM MEU ESPOSO QUE EXCLAMOU:

-A GENTE DÁ UM JEITO, VAMOS FICAR COM ELE, EU TE AJUDO!

O PRÍNCIPE JÁ HAVIA CONQUISTADO O CORAÇÃO DELE TAMBÉM, MAS DEUS TINHA RESERVADO ALGO MARAVILHOSO EM MINHA VIDA, APÓS UMA SEMANA FUI CONVOCADA NUM CONCURSO PÚBLICO O QUE MELHORARIA BASTANTE MINHA CONDIÇÃO FINANCEIRA, LEMBRO-ME DE NÃO DURMI AQUELA NOITE… OLHEI PARA MEU FILHOTE E SOUBE NAQUELE MOMENTO QUE NA VERDADE FOI DEUS QUE O ENVIOU PARA TRAZER FELICIDADE EM MINHA VIDA.

APÓS UNS DOIS MESES ELE MEXEU O RABINHO PELA PRIMEIRA VEZ, NO MOMENTO EU E MEU ESPOSO FAZIAMOS CARINHOS NA BARRIGUINHA DELE, FOI TÃO EMOCIONANTE, FÍCAMOS EUFORÍCOS. RELATEI O CASO PARA O VET QUE DISSE SER APENAS MOVIMENTOS INVOLUNTÁRIOS… COM O PASSAR DO TEMPO O DANADINHO ERGUEU AS PATINHAS… NO INICIO SE CAMBALEAVA,CAÍA, MAS NUNCA DESISTIA.

Primeiros passos de Branquinho após tratamento. Caía mas não desistia.

Primeiros passos de Branquinho após tratamento. Caía mas não desistia.

APÓS UM ANO MEU PRÍNCIPE, MEU BRANQUINHO, MEU QUINHO JÁ ANDA, CORRE, PULA, FAZ TUDO QUE UM GATO NORMAL FAZ… EU NÃO SEI EXPLICAR O QUE OCORREU, MEU ESPOSO E EU TODOS OS DIAS FAZIAMOS MASSAGENS NO CORPINHO DELE (DIZIAMOS SER A FISIOTERAPIA), E DAMOS A ELE TODOS OS DIAS MUITO AMOR E CARINHO.

ACREDITO QUE DEUS ME MOSTROU QUE É POSSÍVEL ACREDITAR EM MILAGRES, ACREDITAR NO AMOR. EU O AMEI DE QUALQUER FORMA, MESMO QUE HOJE ELE NÃO ANDASSE E USASSE FRALDINHAS EU O AMARIA DA MESMA FORMA, POIS A CADEIRINHA DE RODADELE JÁ ESTAVA SENDO ENCOMENDADA, ANDAR FOI ALGO QUE NENHUM DE NÓS ACREDITAVÁMOS QUE PUDESSE OCORRER… ESTAVAMOS DISPOSTAS A CRIÁ-LO MESMO SENDO UM GATINHO ESPECIAL.

TUDO NA MINHA VIDA E DE MEU ESPOSO MUDOU, TODAS AS MANHÃS ELE NOS ACORDA COM MASSAGENS, ELE SE ESTICA PARA PASSAR SUAS PATAS EM NOSSOS ROSTOS, ELE TEM PRAZER EM DEITAR EM NOSSO LADO, NESTE MOMENTO ELE ESTÁ AQUI NO MEU COLO, SENDO MEU GRANDE AMIGO, SENDO TUDO QUE EU PRECISAVA NA MINHA VIDA…MEU EXEMPLO DE VIDA…QUE NÃO ME DEIXA DESISTIR, MESMO NOS MOMENTOS MAIS DIFICÍES…BRANQUINHO MEU PRÍNCIPE VENCEDOR, MEU GATINHO ESPECIAL!

Atualmente. Meu gato deixou de ser paralítico. Passou a ser somente especial.

Atualmente. Meu gato deixou de ser paralítico. Passou a ser somente especial.

 

     “Olhem o video lindo que mamãe fez da minha história!”