Vocês já devem ter ouvido muito falar que braquicefálicos (cães com focinho achatado) podem ter morte súbita, precisam de ar condicionado em casa, não podem fazer exercício físico… Calma! Vamos tirar essas dúvidas!

Então… Muita calma com “diagnósticos” precipitados. Lembre-se que informação é a melhor ferramenta contra o preconceito.

braquicefalico-meupetespecial

O que são braquicefálicos?

Que nome complicado! Essa palavra vem do grego e “braqui” significa curta e “cefálico”, cabeça. São os cães com focinhos achatados. As raças comuns são Pug, Buldogue Inglês, Buldogue Francês, Boston Terrier, Pequinês, Boxer, Dogue de Bordeaux, Cavalier King Charles Spaniel, Shih Tzu, Affenpinscher, Cocker Spaniel Americano, Boston Terrier, Boxer, Brussels Griffon, Bullmastife, Cane Corso,, Chihuahua, Chow Chow, Dogo Argentino, Toy Spaniel Inglês, Japanese Chin, Lhasa Apso, Mastife Napolitano, Terra Nova, Presa Canario, Shar Pei, Tibetan Spaniel e Valley Bulldog ou qualquer cão de focinho achatado.

 

Tenho um braqui. Devo me preocupar?

Não vou te enganar… deve! Ter um braquicefálico em casa é monitorar sempre alguns parâmetros e ter alguns cuidados. Nada que torne sua vida difícil! Coisas básicas. E nenhuma delas é sentença de que vá ocorrer o pior. Ter maior pré-disposição não quer dizer que ele terá a condição! Mas cabe a nós, tutores, saber essa pré-disposição e ficar atento para possíveis aparecimentos de sintomas, antecipadamente.

 

Estenose das narinas

Eta! Outro nome complicado! Medicina/ veterinária tem dessas coisas! Estenose das narinas é o estreitamento delas, dificultando a respiração. Contribui para o ronco típico dos braquis.

Essa condição é normal da raça. Assim como as perninhas tortas são normais para os salsichas. Contudo, se for algo que prejudique muito a respiração dele – e o seu veterinário de confiança irá avaliar – pode ser feita uma intervenção cirúrgica.

Antes e depois da cirurgia de correção da estenose das narinas.

Antes e depois da cirurgia de correção da estenose das narinas.

 

Hipoplasia da traqueia

Mais nome complicado!!!! A traqueia (o “tubo” que leva o ar para os pulmões) dos braquis é bem estreita em alguns pontos. Isso leva a problemas respiratórios mas, mais que isso, chamamos atenção para um risco: as anestesias. Se o seu braqui for submetido a alguma cirurgia (de castração, por exemplo que é a mais comum), converse com seu veterinário sobre esse risco.

O risco cirúrgico para braquicefálicos é sempre maior que para outros cães. Por isso é recomendado para esses cães a anestesia inalatória – que pode ser retirada a qualquer momento se houver uma emergência e logo o cão volta à consciência. Mas isso é algo a ser avaliado pelo seu veterinário de confiança. Se for o caso, pode-se pedir nos exames de risco cirúrgico até mesmo uma radiografia peitoral para avaliar a traqueia do cão.

 

Palato alongado

Palato é vulgarmente conhecido como o céu da boca. Sabe o tecido que separa a cavidade nasal da boca? Então! É o palato mole! Mas o focinho dos braquis é pequeno! Não cabe tanto tecido mole… e ele pode ficar solto, o que dificulta a respiração! E causa ronco também. Exercício físico intenso, latir muito ou outras situações podem piorar a condição momentaneamente pois podem fazer o inchaço desse palato mole, dificultando ainda mais a respiração do animal.

 

Hipertermia

O medo de todo dono de braqui: a pouca resistência desses animais ao calor e ao exercício físico intenso. Como visto, os braquis tem muita dificuldade anatômica para respirar. Não coloque o bichinho para correr a meia maratona em um sol de 40 graus porque ele vai passar mal!

Exageros à parte, braquis não podem ser submetidos a exercício intenso e/ou calor excessivo. Mais uma explicação é porque eles não conseguem liberar calor com facilidade.

Já ouviu falar que o cachorro “sua” pela boca? A gente quando está com calor começa a suar pela pele, né? Isso serve para a água do suor evaporar e levar consigo o calor da nossa superfície. No cachorro ocorre algo semelhante: ele deixa a bocona aberta, baba bastante, para que a saliva evapore e ajude a manter o sangue na temperatura ideal. Outras raças caninas, com caras e gargantas mais “normais” conseguem passar ar rapidamente pela língua ao ofegarem. A saliva evapora da língua enquanto o ar passa, e o sangue que circula através da língua é esfriado eficientemente e circulado para o resto do corpo. Mas os braquis, com todos esses problemas respiratórios, não conseguem fazer isso com eficiência. E o que acontece? Ataque de calor. É perigoso? É. Por isso fique atento aos limites do seu cão!

Veja até onde ele consegue manter uma respiração saudável em um exercício. Se achar que está exagerado, pare imediatamente e abaixe a temperatura próximo ao animal.

Se você mora em um lugar muito quente, fique mais atento ainda! Em dias muito quentes, naturalmente seu animal não irá querer fazer muita coisa. Respeite. Mantenha o cãozinho o mais fresco possível.

É uma foto exagerada, mas é pra representar que braquicefálicos não podem passar muito calor.

É uma foto exagerada, mas é pra representar que braquicefálicos não podem passar muito calor.

Outra dica: controle o peso do seu animal! Quanto mais gordinho, mais dificuldade em respirar.

 

Problemas oculares

“Já não bastasse todos os problemas sérios que os braquis tem respiratórios, também tem problemas oculares?”. Fique calmo. Esses são mais raros. Mas já reparou que os braquis tem o “olho pra fora”? A gente chama de olho esbugalhado, mas o que ocorre é que a órbita dos olhos desses cães é muito pequena mesmo, levando o globo ocular mais pra fora.

Olhos esbugalhados dos braquicefálicos

Olhos esbugalhados dos braquicefálicos

O risco desses olhos é deles saírem da órbita do crânio. Imaginem!!!! Ficará pendurado e só poderá ser recolocado cirurgicamente. Mas isso só irá acontecer caso haja alguma agressão como batidas na parte de trás da cabeça ou mesmo puxões na coleira. Por isso para essas raças é indicada a coleira peitoral.

Outro detalhe que você deve estar atento ao seu braqui é como ele dorme. Sabemos que temos que avaliar sua respiração dormindo… mas também se ele fecha os olhos! Às vezes o olho é tão pra fora que as pálpebras não cobrem.

Cão que não pisca ou não fecha os olhos quando dorme pode levar ao ressecamento e infecções nos olhos. Procure um veterinário se observar isso no seu melhor amigo.

 

Outros problemas

“Tem mais?” Tem! Imagine caber os 42 dentes em uma boca tão pequena! Pois é. Pode dar problema… Braquis tem maior pré-disposição a problemas odontológicos. Fizemos uma matéria sobre isso! Leia!

Além disso, por suas cabeças grandes, frequentemente o parto dos braquis tem que ser por cesariana.

Braquis também podem ter muitas dobrinhas nas pele, como os pugs e bulldogs. Monitore sempre essas dobrinhas pois ficam mais úmidas e podem causar doenças de pele.

 

Preparamos um vídeo tirando mostrando roncos e outro problema comum nos braquis: espirro reverso. Não sabe o que é? Veja! Aposto que já ocorreu e você já se desesperou achando que ele estava com falta de ar.

ATENÇÃO! Reafirmamos que a matéria tem o objetivo de alertar tutores de braquicefálicos, não incentivar abandonos ou eutanásias. Alertar apenas para que o tutor saiba o que pode acontecer e saiba como evitar e, se ocorrer, fique atento aos primeiros sintomas para que se possa reverter o quadro.