Uma das principais dificuldades com pets paralíticos é quando eles não controlam sua micção. Permitir que haja eliminação por gotejamento (quando a bexiga está cheia e força a saída natural), aumenta as chances de infecção urinária. Logo, os tutores desses bebês precisam fazer mecanicamente o esvaziamento da bexiga.

O esvaziamento mecânico pode gerar muita dúvida e medo por conta dos tutores. Não é pra menos! É muita responsabilidade mesmo. Por isso, nos sentimos na obrigação de fazer esse tutorial. Mas NADA substitui a orientação do seu veterinário. Se o seu veterinário não te ajudar (como os 15 que atenderam o meu cachorro especial não sabiam!), procure um que saiba!

O cuidado nessa prática é fundamental pois o não esvaziamento (ou ineficiente) pode gerar infecções urinárias, muito comum (e perigosamente comum) em animais paralíticos. Assim como, se for feita muita pressão na bexiga cheia, ela pode estourar. Logo, conhecimento é a melhor manobra a ser realizada com o seu pet.

Inicialmente, qual a melhor posição para o esvaziamento da bexiga? Depende de você e do seu pet: a melhor posição para vocês.

  1. Sente-se num banquinho, com o animal sentado à sua frente. Os machos de costas para você, as fêmeas de frente.
  2. Ajoelhe no chão com a traseira de um macho encostando na sua coxa. Uma fêmea terá a cabeça apoiada na sua coxa.
  3. Animal em cadeira de rodas.
  4. No banheiro – não recomendado para animais que não conseguem ficar em pé. O animal precisa retomar o equilíbrio e se sentir novamente seguro e confortável.
  5. Animal deitado no chão ou sobre uma mesa ou balcão.

A pressão deve ser firme e com a mão. Nunca com os dedos. Muito menos – mulheres – com unhas grandes. Lembre-se que há o risco da bexiga romper. Logo, a pressão deve ser equilibrada pela superfície do órgão.

As tetas inferiores, o final da costela, são pontos de referência para achar a posição ideal em todos os cães. A mão que está por cima, com os dedos fechados exerce uma pressão leve e constante contra a mão inferior. À medida que a bexiga esvazia, fica menor, a mão que está por baixo pode fazer um leve movimento de cuia para impedir que a bexiga escorregue para trás, impedindo o esvaziamento mais completo. A bexiga vazia é flexível e quase escorregadia, e pode se “ esconder “ na pelve, subindo entre os quadris.  Se sentir esse movimento, use os dedos mindinhos entre as coxas do animal e “pesque” ligeiramente a bexiga.

esvaziar bexiga - meupetespecial

 

Para melhor exemplificar nosso tutorial, temos a Nina e sua tutora realizando o procedimento, o que agrega um valor a mais para o nosso post. Afinal, a Nina e sua tutora são duas fofas. Lembra da história delas? Não? Então relembre aqui!

Importante lembrar:

1-  Pode haver uma reação lenta de saída da urina. Mantenha a pressão suave por 3 a 6 segundos antes de tentar reposicionar as mãos.

2- Inicialmente a urina sairá em jato. Posteriormente a bexiga pode sair da sua mão. Busque-a novamente! No decorrer, irá começar o gotejamento. Isso é bom: significa que está quase vazia. Nunca conseguirá esvaziar por completo, infelizmente.

3- Pressão firme e suave, nunca movimentos pulsantes, funciona melhor. Nunca faça movimentos drásticos, súbitos ou pressão forte demais.

4- Pode acontecer do abdome do animal estar muito tenso, característica individual dele. Não se preocupe. Com o tempo ele irá se adaptar. Uma alternativa é massagear levemente a musculatura antes do procedimento. Toalha morna também ajuda! As vezes a própria massagem já estimula a micção. Se mesmo assim continuar tenso, veja com seu veterinário a possibilidade da administração de um relaxante muscular.

5- Faça uma rotina com eles e eles responderão! Locais fixos, palavras de comando, procedimentos iguais. Eles se sentirão mais seguros e a urina sairá mais facilmente. Quem sabe até de forma espontânea? 😀

6- A manobra deve ser feita de 3-4 vezes ao dia, quando você tem experiência e sabe que tirou toda a urina. Caso contrário, faça 4-6 vezes ao dia, até que você pegue a prática. 3 vezes ao dia é a frequência de um cachorro normal fazer xixi.

Dúvidas? Mande pra gente! Gostou do video da Nina? Há outros em inglês com vários cachorros de portes diferentes, caso ainda tenha dúvidas.

Temos a certeza que esse post não irá tirar todas as suas dúvidas e medo inicial de fazer a manobra. Mas, infelizmente, temos que vencer essa etapa. Seu pet precisa da sua ajuda. Seja firme. Quanto mais medo sentir, passará para seu pet também, o que complicará as coisas. Confie na sua capacidade de ajudar o seu pet. Lembre-se que ele confia integralmente em você. Confie você também em si mesmo!

Foto de capa da Luciana, uma gatinha linda que ficou paralítica quando filhote, em 2011. Infelizmente não temos mais informações sobre ela.