85% dos pets com mais de 5 anos tem problémas dentários! Tire todas as suas dúvidas sobre cuidados odontológicos de cães e gatos.

Precisa mesmo escovar dentes de cachorro? Eles tem dentes de leite? E idosos podem ficar banguelas? Tire suas dúvidas!!!!

Os cuidados odontológicos com cães são muito pouco divulgados e são essenciais. Eles podem ter todos os problemas que nós temos: cáries, tártaro, perda de dentes pela idade, problemas ortodônticos ou no palato, tumores, fraturas. Vamos por tópicos…

Dentes saudáveis e mordida ideal para cães.

Dentes saudáveis e mordida ideal para cães.

Dentes de leite

Os filhotes têm 28 dentes de leite que mais tarde serão substituídos pelos dentes permanentes, assim como em seres humanos (só que em quantidades diferentes!). Um cão adulto  tem, em sua grande maioria 42 dentes. A perda dos dentes de leite ocorre geralmente dos quatro aos seis meses de idade. Por que você nunca notou? Porque geralmente eles engolem os dentes. O máximo que os tutores relatam é mudança no comportamento como diminuição da ingesta de comida, apatia e, em alguns casos, pequenos sangramentos na gengiva.

Assim como nas crianças, nos pets também pode ocorrer do dente de leite não cair e o permanente crescer sobreposto. Quando isso acontece é indicada a extração do dente de leite por um veterinário pois esses são mais susceptíveis a cáries, tártaro, além de dificultar a mastigação.

Raças pequenas como yorkshire, maltês, poodle, shih-tzu e lhasa-apso geneticamente são mais propícias a terem dentição dupla (quando o dente de leite não cai).

Dentição dupla. Setas azuis mostram os dentes de leite que deveriam ter caído e em amarelo, os permanentes.

Dentição dupla. Setas azuis mostram os dentes de leite que deveriam ter caído e em amarelo, os permanentes.

 

Tártaro e Gengivite

Ambos são as causas mais comuns de problemas odontológicos em cães e gatos, principalmente com a idade. O tártaro consiste no acúmulo de bactérias nos dentes, podendo causar a gengivite, a inflamação na gengiva. A inflamação pode ser grande ao ponto de perder dentes!!!!

A prevenção se dá por higienização da boca, como falaremos daqui a pouquinho. Já o tratamento – quando o tártaro já está instalado – se dá por limpeza do dente em um veterinário. E isso se faz com anestesia geral, uma vez que os pets não ficam quietinhos como nós no dentista, né? E isso é um risco adicional para animais idosos pois anestesia sempre é um risco, ainda mais para idosos.

Classificação do tártaro e gengivite em cães.

Classificação do tártaro e gengivite em cães.

 

Higienização dos dentes e boca

Bem, a higienização é complicada mesmo. Não espere que biscoitos e brinquedos vão tirar o tártaro do seu cachorro, pois não irão! É preciso escovar os dentes do seu pet, o que não é uma tarefa fácil. Nada fácil se ele não foi acostumado com isso!

Mas aí você pode questionar que isso é frescura de veterinários, que animais na natureza não escovam os dentes e vivem felizes por aí. Sim, concordo. Mas nossos cachorros vivem mais em casa que na rua. Logo, eles tem mais tempo para desenvolver doenças que demoram a apresentar sintomas: como o tártaro.

Biscoitos e brinquedos ajudam? Sim. Há sprays e soluções (bem caras!) que prometem a retirada completa do tártaro… Melhoram mas não tiram tudo. Tártaro se tira no veterinário. E se previne escovando os dentes.

escova-meupetespecial

Como escovar os dentes?

A escovação deve ocorrer uma vez ao dia. Se não for possível, quanto mais frequente na semana, melhor. Seu pet nunca escovou os dentes? Seguem algumas dicas…

1- A pasta de dentes É EXCLUSIVAMENTE VETERINÁRIA. NUNCA USE PASTA DE DENTES HUMANAS EM ANIMAIS. Prefira os sabores de carne, que eles gostam mais. Antes de começar a escovação, ofereça a pasta a eles. Eles verão que é gostoso e aceitarão melhor a escovação.

2- Levante os lábios do pet e escove em movimentos circulares com a escova ou a escova de dedal.

Escovas e pastas e petiscos posteriores à escovação.

Escovas e pastas e petiscos posteriores à escovação.

3- Ao final, retribua com um petisco. De preferencia aqueles que evitam o tártaro.

Aos poucos você e seu pet se habituarão a escovar os dentes.

Aos poucos você e seu pet se habituarão a escovar os dentes.

Se você nunca escovou os dentes do seu pet, não perca tempo. Antes tarde do que nunca!!!!

 

Ortodontia

O lindo cachorro usando aparelho ortodôntico na capa da matéria ficou famoso no facebook exatamente porque poucas pessoas sabem que animais podem usar aparelho! Não é por estética. Quando a oclusão errada (o fechar da boca) afeta a vida e a saúde do paciente, o uso de aparelhos pode ser uma solução. Isto pode acontecer quando um dente fora de posição causa um trauma na gengiva, ou no céu da boca, podendo levar até uma comunicação com o nariz; ou quando um dente oclui sobre outro podendo levar a um desgaste, pulpite, dor. Há casos em que o mau posicionamento dos dentes facilita o acúmulo da placa bacteriana levando a inflamação da gengiva e posterior perda do dente (doenca periodontal). Em outras situações pode haver dificuldade na mastigação e/ou apreensão do alimento. Em cães de trabalho e guarda a aclusão desbalanceada pode levar a predisposição de fraturas nos dentes.

ortodontia-meupetespecial

Exemplo de tratamento de implante e ortodôntico.

 

Meu pet precisa de tratamento dentário?

Apenas um especialista poderá avaliar. Mas especialistas em odontologia veterinária são raros mesmos! Então procure um veterinário que faça esse tipo de avaliação. O tratamento do tártaro, por exemplo, aconselha-se fazer ao menos uma vez ao ano.