Sim, a fumaça da queima da maconha pode matar o seu pet! Leia!

A maconha é uma droga amplamente utilizada no Brasil e no mundo. Ela tem seu uso medicinal, onde se mostrou muito eficaz no tratamento e controle de várias patologias sem cura. O uso medicinal foi recentemente permitido em alguns casos específicos no Brasil – e apenas para humanos.

Contudo, é o seu uso recreacional o mais comum e disseminado (e descontrolado!). A maconha, ao contrário da maioria das outras drogas lícitas e ilícitas, não é considerada muito perigosa ou letal para seres humanos. Estudos mostram que a maconha é até 144 vezes mais segura que o álcool ou o cigarro. Polêmicas à parte, no Brasil o uso recreacional da maconha ainda é proibido, embora permitido em alguns poucos países. Mas todos nós sabemos que as pessoas usam maconha por aí, né? E geralmente, por ser proibido no Brasil, seu uso ocorre em ambientes fechados, o que pode ser um risco muito grande, não necessariamente para o usuário, mas para os pets!

Maconha para animais domésticos, embora tenha virado meme na internet, NÃO É ENGRAÇADO! É sério! Pode matar!

Maconha para animais domésticos, embora tenha virado meme na internet, NÃO É ENGRAÇADO! É sério! Pode matar!

A questão é que a fumaça da queima da maconha tem sua substância ativa, o THC. E é bem comum as pessoas fumarem cigarro de maconha em suas casas, em ambiente fechado, ao lado de seus pets. Jovens, principalmente, tem o hábito de se trancarem no quarto com seus pets para usarem maconha. Ou mesmo aquele vizinho chato que fuma maconha e a fumaça e o cheiro vem para o seu apartamento. Nesses casos, nossos pets se tornam fumantes passivos de maconha. E a droga para eles é em média 2x mais potente que para seres humanos! E os efeitos estão diretamente relacionados com o tamanho do animal. Ou seja, quanto menor o animal, maior o risco de intoxicação!

A fumaça da maconha, seja vinda da sua casa ou da casa de vizinhos, pode ser bastante perigosa para animais!

A fumaça da maconha, seja vinda da sua casa ou da casa de vizinhos, pode ser bastante perigosa para animais!

Os sintomas de intoxicação aguda por maconha em cães pode ser a letargia, andar bamboleado, enjoo, vômito, diarréia micção por gotejamento, defecar involuntário, babar, manter olhar fixo e distante, pupila dilatada, irritabilidade com luz e sons, tremores, respirar inconstante e forte. Geralmente o tutor não nota esses sintomas pois o cachorro, se notando em um estado anormal, irá procurar um cantinho quieto para se recuperar. Mas os sintomas podem evoluir. Segundo a professora Silvana Lima Górniak, da USP, no início o animal pode ficar completamente perdido, sem sendo de espaço e realidade. Poderá ficar agressivo com o proprietário, vocalizar de forma incomum. Com o tempo ele ficará apático, depressivo. Pode ter convulsões, coma e vir à óbito. A mesma sintomatologia pode ocorrer quando o animal comer a maconha, seja porque achou escondida em algum lugar ou invadiu o quintal e comeu a planta diretamente plantada.

Maconha pode ter o cheiro atrativo para animais domésticos, o que pode gerar acidentes.

Maconha pode ter o cheiro atrativo para animais domésticos, o que pode gerar acidentes.

Como a sintomatologia é comum a várias doenças, muitas vezes o tutor não reconhece que pode ter sido a fumaça da maconha a causadora. Ou não tenha visto o animal comer a maconha! Mas essas informações são importantíssimas para os primeiros socorros na clínica veterinária.

Não há dados oficiais mas os casos são mais comuns que se imagina! Estima-se mais de 1000 atendimentos ao ano por intoxicação de pets por maconha. Sendo assim, cuidado com seus pets e a maconha! Não é engraçado. Pode ser fatal.

Cuidado com a maconha e os animais domésticos! Seja ela sólida, a planta ou a fumaça!

Cuidado com a maconha e os animais domésticos! Seja ela sólida, a planta ou a fumaça!