“Quem cuida de gato preto tem pacto com mal!” gritou com ódio uma senhora. Humanos atropelam, abandonam gata paralítica e populares condenam quem a resgata. Jura que gato preto que dá azar? Acho que é o próprio ser humano.

Relato de Roberto sobre a gata resgatada Olga:

Hoje gostaria de contar a história da guerreira Olga e a sorte que eu tive em cruzar com essa gatinha preta.
A Olga era uma gata de rua daquelas que todo mundo cuida. Ela vivia perambulando pelos telhados das casas da avenida onde moro, ela costumava dormir em uma oficina ao lado da minha casa, mas em um determinado momento ela resolveu freqüentar a minha garagem. Todos os dias ao sair para trabalhar lá estava ela. Dei carinho e ela voltou, no outro dia dei água e ela voltou e assim foi. Durante o dia ela passava na oficina e as noites na minha garagem.

Olga

Um dia ela não foi a minha garagem. Durante a madrugada ela correu para atravessar a avenida e um carro a atropelou. Como vocês podem imaginar, ele não parou para ajudar. O mecânico, dono da oficina, que gosta muito dela, levou ao veterinário que ao primeiro diagnóstico informou que ela não andaria mais, pois parecia ter afetado uma vértebra e uma das patas.

Mesmo assim foi iniciado um tratamento com varias injeções para aliviar a dor. No começo ela tinha medo de que a gente pegasse nela, ficou um pouco arisca, mas aos poucos ela foi tentando se erguer e dar alguns passos. Eu sempre forçando ela a andar deixando a comida e a água um pouco longe para forçar ela a se levantar.

olga2

Passado um tempo ela foi dando alguns passos e ficando mais firme e só tem evoluído. Hoje ela anda com seqüelas, como mostra o video. Ela ficou manca e com o quadril um pouca caído de lado, mas isso não impede dela dar umas corridinhas.

Sobre ser gato preto? Ontem o dono da oficina falou que uma senhora passou no portão, viu a gata e começou a xingar dizendo que as pessoas que estavam cuidado do “gato preto” não devia prestar, que era do demônio e blá, blá, blá. Espero que a história da Olga ajude pessoas ignorantes como essa senhora deixem de ter essa visão.

O fato que a Olga hoje ganhou dois tutores, eu e o dono da mecânica onde ela adora ficar. Olga está sendo muito bem tratada tanto na parte clinica quanto com carinho. A Olga, mais que uma gatinha linda, foi um anjo que cruzou a minha vida me fazendo muito mais feliz e pretendo retribuir toda essa alegria com muito amor e carinho.